Entrevistas:

Mário Lúcio de Freitas


Esta belíssima entrevista foi originalmente realizada quando o canal 8 ainda era um blog, portanto inicialmente separada em 3 partes. Estas foram unidas, sem perder sua originalidade. Entrevista realizada por chaves_007.

mario-lucio


Mário Lúcio de Freitas é o criador das BGM's que ouvimos nos seriados Chaves e Chapolin, além de ter composto junto com Marcelo Gastaldi - o dublador do Chaves e do Chapolin- as músicas do Lp e que tocam nos seriados.

De quem são as vozes que fazem o coro nas músicas do Lp do Chaves?

O coro foi formado por Sarah Regina, Suely, Rita, Gilberto Santamaria, Fernando Netto e as crianças Meireane, Samir, Valeriane e Nadimy.

Quem canta a música-tem "Aí vem o Chaves" e "Seu Madruga"?

A música “Aí vem o Chaves” é cantada pelo próprio coro. A segunda parte, cada um faz um pedacinho. Já a música “Madruga” é solado por Gilberto Santamaria.

Você acha que se o Marcelo estivesse vivo, ele toparia dublar o Clube do Chaves, o desenho e redublar alguns episódios para dvd?

Se o Marcelo estivesse vivo, com certeza, teria feito todo o trabalho pela Maga.

Como os profissionais dos estúdios do MAGA receberam a notícia de seu falecimento?

A Maga não possuía estúdio. No começo, gravava nos estúdios da TVS, depois locava um dos nossos na Marsh Mallow. Mas os profissionais que trabalhavam para ele não o valorizavam muito. Alguns até eram traíras. Também nem sabiam muito de seu real valor. Mas seus amigos de verdade sentiram bastante.

Você acha que o Lp do Chaves deveria ser relançado, agora como CD?

Deveria ter sido lançado, sim, em CD. Mas agora já está disponível digitalizado (em meu site).

Você gosta de algum episódio em especial? E o Marcelo, tinha alguma preferência?

Dele, não sei, mas eu gosto mais do da aula de música.

Como anda a sua briga por direitos autorais com o SBT?

Tá em fase de perícia técnica. Pra verificar se o material que enviei não era falso. Depois vem a sentença.

Responda com uma palavra apenas:

*Deus: Tudo
*Marcelo Gastaldi: Amigão
*Família: base
*Chaves: sucesso
*Gota Mágica: verdade
*Futuro: promissor

-Fim da parte 1-

-Início da parte 2-

Você disse que algumas pessoas eram traíras com o Marcelo. Sem citar nomes, é claro, vc poderia dar mais alguns detalhes do porquê desta trairagem?

Tinha gente que o assessorava, mas que não gostava dele. Andou dando uma tapetadas nele. Acho até que isso influenciou em sua desistência de procura mercado por uns tempos. Pegou ele meio de surpresa.

Como assim desistencia de procura de mercado?

Teve uma fase, pouco antes dele falecer, que ele praticamente desistiu de ir atrás, sabe, de batalhar. Isso influenciou, inclusive, para o fechamento da dubladora do SBT. Trairagem é fogo, né?

Como Marcelo era seu amigo pessoal, como você recebeu a notícia de seu falecimento? Quem te deu essa triste notícia?

A Olga ligou lá pra casa. A gente não só era amigo de infância, mas éramos também compadres.

Hoje em dia, quando é que você mais sente falta dele?

Quando a gente ia pra praia, ou nas festas lá em casa, nos trabalhos, nas composições...

Você se lembra do último dia de trabalho com ele e da última composição?

Sinceramente não. Eu fiquei uns meses sem vê-lo. Por motivo de trabalho e um dia minha mulher foi levar um filho meu pra fazer capoeira e encontrou o Marcelo e se assustou. Ele estava muito fraco aí ela me alertou e eu o procurei, mas ele já estava desistindo da vida.

Não se lembra nem das ultimas dublagens do Chaves ou do Chapolin?

Sim, mas isso foi bem antes. Foi na Marsh Mallow. A Maga não tinha estúdio. Usava os da TVS. Quando a dubladora do SS fechou, ele teve que partir pra locação, e cedemos um dos nossos pra ele. Isso na Marsh Mallow. Mas depois ainda fundei a Gota Mágica etc.. Ele faleceu eu já estava na Gota.

Se você pudesse falar com ele por 1 minuto, o que você diria a ele?

Já fiz isso.Recebi uma psicografia dele.


-Fim da parte 2-

-Início da parte 3-

E o que ele psicografou?

Me pediu que ajudasse sua família. Você precisa ver. Até a letra era parecida.Fiz uma comparação com um cartão de natal que o Marcelo havia escrito para a Olga antes do casamento e a semelahnça é incrível. O cartão é de 1975 e a psicografia é de 2006. Quase dez anos após sua morte.

E você fez/faz?

Com certeza. Ele tem uma ação contra o SBT que estava parada. Seus filhos eram pequenos e sua esposa não acompanhava seus trabalhos profissionalmente. Não poderiam ajudar o advogado nas minúcias que ele precisava saber, e a partir dessa psicografia, passei a colaborar nos trâmites legais da ação. E ela passou a andar satisfatoriamente. Acompanho diariamente essa ação, como faço com a minha.

A ação por direitos de voz, se for ganha pela familia Gastaldi, será ganha também pelos demais dubladores?

Com certeza. Mais do que merecido. Nunca uma obra artística foi tão explorada comercialmente sem contrapartida financeira. O SBT, a meu ver, deveria dar uma ajuda humanitária à família de um de seus mais importantes colaboradores de todos os tempos.

No plano espiritual, que é onde ele está, você acha que ele se sente feliz e agradecido pelo carinho dos fãs que amam ele?

Com certeza absoluta. Só se sente triste pelas dificuldades que seus filhos e sua esposa vêm enfrentando. Por isso me procurou.

Você poderia mandar uma mensagem para os fãs que acompanham o blog?

Queria mandar um abraço aos leitores do blog e pedir que continuem nos prestigiando. Aqui, em nosso site ou no You Tube. Grande abraço e obrigado por nos convidar pra esse papo.



Voltar ao Menu Principal